Share

Permita-me que lhe fale sobre Bill Adam.

Se, nas últimas cinco décadas, ouviu rádio, comprou um disco, assistiu televisão, foi aos cinemas, viu um show ao vivo ou um grande artista em turnê, ouviu uma banda famosa ou frequentou clubes, então as chances de você ter ouvido um aluno de Bill Adam são muito elevadas. Os alunos de Adam estão entre os premiados dos Grammy e estão tocando em orquestras notáveis, bem como ensinam música em regime particular e em escolas e faculdades em todo o mundo.

Fired Up! para 5 Trombetas foi escrita em honra do mestre professor Bill Adam, que teve um efeito tão profundo na vida de seus alunos que eles não podiam deixar passar o marco de seu 80º aniversário sem um grande reconhecimento. Pouco depois de seu 79º aniversário, um grupo de alunos de Adam decidiu organizar uma festa surpresa para seu 80º aniversário. Embora Bill Adam se tenha aposentado em 1988 como Professor Emérito da prestigiosa Indiana University School of Music, ele permaneceu no ativo ensinando e mantém contato com muitos de seus estudantes. Não foi fácil manter o evento em segredo por quase um ano. Todos os alunos de Bill Adam foram convidados, e mais de 150 alunos atuais e antigos de todo o mundo participaram no evento de 25 de outubro de 1997, em Bloomington, no Indiana.

Quando se decidiu escrever uma peça especialmente para a festa, eu imediatamente soube que seu título devia se referir às palavras que cada aluno de Adam ouviu uma e outra vez no início da lição: "Let's get this thing fired up!” ("Vamos soltar o entusiasmo!”) Fired Up! foi apresentada durante o evento pela primeira vez por Charley Davis, Robert Baca, Karl Sievers, Pat Harbison e Barry Springer. Pode saber mais sobre os músicos na Internet em everythingtrumpet.com/FiredUp

Fired Up! é uma peça de swing de 2:30. Não tem nenhuma parte principal no sentido convencional. A parte principal é compartilhada entre a seção, daí as indicações de “lead on” e “lead off” na pauta. Isso dá a todos os músicos uma seção em que podem ser ouvidos em destaque e cria um efeito agradável para o público ouvir. Sendo todas as partes iguais, nomear as partes de trombeta com o usual 1º, 2º, e assim por diante, não teria o mesmo significado, então cada uma das partes é chamada de trombeta em uma língua diferente: Trumpet (Inglês), Trompette (Francês), Tromba (Italiano), Trompeta (Espanhol), e Trumeyt (Iídiche). A parte “Trombeta” começa e termina em destaque. Também há uma breve seção de improviso na parte Trymeyt, que inclui uma transcrição do solo como interpretado por Barry Springer na estréia. Você pode optar por tocar o solo escrito ou improvisar seu próprio solo. Com a escala não excedendo um Dó alto, essa melodia é acessível a muitos tocadores de trombeta da faculdade e até alguns da escola secundária. A pauta para 5 trombetas permite seções de trombetas maiores para acrescentar um trompetista convidado em um programa especial como foi feito na primeira apresentação público, interpretada por Marvin Stamm com a seção de trombeta da David Rosen Orchestra em Little Rock, no Arkansas.
Os melhores presentes são aqueles que são feitos à mão. Este é meu presente para Bill Adam. Minha esperança é que transmita seu entusiasmo contagiante de forma a que outros músicos e suas plateias possam desfrutar. É meu sincero desejo que você tenha a chance de realizar esse trabalho para alguém que significa tanto para você quanto Bill Adam para seus alunos.

Fired Up! for 5 Trumpets
by David A. Roth
$29.95 (score and parts)